(Pacote de 6 Sessões presenciais, de 1h30 cada).

 

Objetivos:

O que o cliente deve viver para que a sua vida tenha significado.

Facilitar um processo de autoconhecimento visando a tomada de consciência dos seus talentos, paixões e capacidades.

Perceção que a realização dos sonhos irá trazer abundância para a sua vida, ao mesmo tempo que acrescenta valor à vida das outras pessoas.

As circunstâncias atuais como alavancas para o futuro desejado, em vez de muros intransponíveis.

Identificação dos valores pessoais pelos quais se rege inconscientemente.

Pontos fortes e pontos fracos. Como desenvolver os pontos fortes e como melhorar ou superar os pontos fracos.

Maximização do desempenho pessoal através da criação de novos hábitos.

Consciencialização dos principais desperdiçadores de tempo. Tomada de consciência de eventuais crenças e atitudes limitadoras.

Planificação de novas atividades que suportem objetivos focalizados no Ser, Ter e Fazer.  Formulação de objetivos e execução de um Plano de Ações.

Sessões individuais programadas à medida das suas necessidades específicas.

Objetivos: Identificar quais as áreas de vida que precisam ser trabalhadas. Clarificar o que é necessário que aconteça na sua vida para que esta tenha significado. Saber onde está no presente e onde deseja chegar. Estruturar e atingir as suas metas. Identificar os seus valores, os seus sonhos, os seus talentos naturais e principais interesses, as qualidades a desenvolver e as mudanças a efetuar. Curar o seu passado, para que possa atingir o futuro desejado. Transformar as crenças limitantes em crenças fortalecedoras.

O curso de Educação das Emoções é uma viagem de atenção e consciência ao interior de nós mesmos com o objetivo de se construir uma mente mais ampla e feliz.

A felicidade, na nossa atual civilização, já não está apenas baseada em assegurar o alimento ou ter um teto para nos abrigar. O que agora entendemos como felicidade baseia-se em estados internos de paz profunda e serenidade, apesar de nos relacionarmos com as perdas, com a solidão, com os ciúmes, as culpas, os medos, a escassez, a baixa autoestima e um sem número de padrões amocionais que nos tornam desgraçados, por ignorância e inconsciência. Na realidade, a felicidade está orientada para o sentir-se em coerência com a vida, para o saber que estamos no lugar que nos corresponde, que vivemos alinhados com o nosso propósito existencial e que a vida tem sentido tal e qual como sucede.